terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Diretamente de Budapeste!

Budapeste, Hungria – O outro lado da Europa! Como diz uma amiga minha, a cidade é “diferentemente linda”. Linda durante o dia, “breath-taking” durante a noite. Acredito que jamais tenha visto uma noite tao iluminada e majestosa como a de Budapeste. E nao é exagero: a cidade tira a sua respiracao. Primeiro devo explicar o motivo pelo qual fui a Budapeste: como fui e vou às cidades mais lindas e ricas da Europa, nao achei justo julgar o continente pela mesmice que todos ja conhecem. Nao acredito que a Europa se resuma em Paris, Barcelona, Berlin, Roma ou Londres. A Europa é um conjunto de historias, belezas contraditorias, de construcoes e reconstrucoes, de arquitetura, de riqueza cultural. Acredito que depois da minha visita a Budapeste, meu conceito de “Europa” mudou bastante. O fato de pouquíssimas pessoas conhecerem a capital da Hungria já me fascinou, pois assim, sempre que me perguntarem sobre ela, eu posso construir a imagem, construir a paisagem e fazer com que as pessoas idealizem, imaginem e criem a cidade em suas mentes. Posso levar a minha realidade até cada um, posso emprestar os meus olhos para que possam ver. Minha viagem começou por um passeio à beira do rio Danúbio, rio que antigamente dividia duas cidades: Buda e Peste. Hoje, unidas por grandiosas pontes, Budapeste me cativou no primeiro instante em que olhei para ela. Estava eu do lado de Peste quando, ao olhar para o outro lado do rio, me deparei com o maior monumento que meus olhos já haviam visto: o Castelo de Buda. Um castelo majestoso, completamente iluminado por luzes de cor amarela, refletido nas águas do rio. Como nao se apaixonar? Do outro lado, desta vez do lado de Peste, o Parlamento, também todo iluminado, em sincronia com a beleza do Castelo. Os dois lados balanceados, proporcionando aos olhos nus, uma visao rara, uma visao antiga e rica em historia. As pontes nao sao meras coadjuvantes: fazem parte da beleza principal da paisagem húngara, cada uma com um “quê” diferente. Uma delas decorada com bolas brancas de luz, como luzes de Natal. Leoes protegendo a entrada da ponte de forma escultural! Outra ponte completamente branca e vistosa, em contraste com o negro das montanhas de Buda e com os traços metropolitanos de Pest. Onde melhor que no topo do Castelo para presenciar (e reverenciar) o pôr-do-sol? Para testemunhar a cidade mudando de cor, perdendo a luz do sol para receber a luz da noite. Gostaria muito de lhes trazer uma cópia fiel do que meus olhos viram, do que vi e vivi nessa cidade. Câmera nenhuma registrou ou poderia registrar tal beleza, tal surrealismo e tal grandiosidade. Sempre soube que haveriam momentos na minha viagem que eu teria que gravar com o coraçao e com a memoria, pois uma reproducao jamais seria fiel e jamais mostraria o que eu senti e o que eu verdadeiramente vi. E esse foi um deles. O Castelo, o Parlamento, a Ópera, o Heroes Square, os castelos... Tudo define Budapeste.
Encontrei de tudo na cidade, inclusive um Havana Club! Eu sei que deveria buscar conhecer coisas da cidade, mas por estar dentro dela nao conta? =) Conheci a paisagem mais linda da minha vida na capital da gelada Hungria. E isso, eu garanto que jamais esquecerei. O que está registrado em fotos, e até aqui mesmo, nao é Budapeste. Budapeste é o que eu registrei na memoria e no coracao. =)

Próxima parada: Finalmente, Barcelona!

PS- As fotos mudarao! =) hehe

7 comentários:

rita cury disse...

"Emocionante"!!... todo o contexto resumido numa palavra..

Raíssa Star disse...

adorei de!!!!! minha mae disse q budapest é linda mesmo!
saudade
bjao!

Eliana disse...

Nossa... fiquei com vontade de conhecer Budapeste! hehe...

Julianne Bisognini disse...

Li uns posts isolados e adorei.
Seu texto é maduro.

Parabéns pelo blog!

Paulo Rhedy disse...

Legal, legal. Mas que quero a Dezza de volta ao Brasil! E logo, entendeu, mocinha? Estamos entendidos? =P


Volta logo, guria, saudades de você!

Beijão =*

Felippe disse...

Adorei que acima de tudo você fez da sua viagem uma via para conhecer mais da história dos lugares que foi... hehe com certeza deve ter agregado muitas coisas novas...
Boa viagem de volta, espero que esteja tudo bem contigo...

Besos... que bom que tá chegando...

Hugo Dutra Bachega disse...

Fala Dezinha... tb passei por aqui e parabens.. e bom demais viajar.. melhor q qualquer aula! hehehe

Bejao