segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Direto de Amsterdam!!

“Naughty Amsterdam: more sex and drugs than anyone could ever want” – esta frase estava estampada nos guias da cidade de Amsterdam, na Holanda. Cidade linda... Todos andam de bicicleta e a paisagem é sempre linda e parecida: pontes ao longe, iluminadas pelo sol. Fiquei encantada com a cidade! Cada cantinho tem seu charme e seu carisma. Fiquei apenas duas noites na cidade e praticamente um dia, já que cheguei tarde no dia 04 e saí na manha do dia 06. Porém, deu tempo de conhecer praticamente tudo em Amsterdam! Percorri a cidade no dia 05 e conheci a Casa de Anne Frank, Casa de Rembrandt, Museu Van Gogh, o famoso Red-light District, o New Market, Leidseplein, o Dam, o shopping Magna, Museu da Madame Tussaud, alguns parques lindos, o Flower Market e as mil e uma pontes da cidade. O trânsito lá é outro: de bicicletas! É incrível como até o ar é mais fresco! Outra coisa que eu gostei muito foram os trams que cortam a cidade. As linhas desse trenzinho estao por todos os lados! Queria ter passado mais tempo na cidade que cheira a maconha! Por mais incrível que pareça, Amsterdam tem o cheiro de maconha por todos os lados. É claro que, curiosa como sou, entrei em um coffee shop e bisbilhotei. Pedi para me mostrarem todas as “soft drugs” que eram vendidas porque, para mim, aquilo era inacreditável. Na rua do meu hotel havia uma loja chamada “Magic Mushrooms” e na vitrine estavam expostos cogumelos de todos os tamanhos e tipos, saquinhos de chá de cogumelo e o famoso “space cake”, que parecia um pedaço de pao de forma nas cores verde e rosa! Na rua, as pessoas fumam maconha ou “hash” (haxixe), como se fosse cigarro, muito engraçado! Eu estranhei bastante, mas parece que esta "liberdade" funciona perfeitamente bem em Amsterdam.
Bom, acredito que o que mais eu gostei foi a Casa de Anne Frank. Eu li o livro entao me senti dentro da história. Na verdade, a casa nao é onde ela morou a vida toda e sim, onde ela se escondeu durante a perseguiçao pelos judeus. Incrível. Quem visitar a Casa de Anne Frank, deve ler o livro antes ou depois da visita. Há muito mais lógica e sentido. A casa do pintor Rembrandt também é linda. Senti que a qualquer momento iria vê-lo atravessar algum dos corredores ou descer as escadas com um pincel em suas maos e com aquela cara de louco. Realmente me senti parte da casa, da história. O Museu Van Gogh é simplesmente maravilhoso. Eu, particularmente, nao sou uma grande fa de suas obras, mas acompanhar sua histórias pelos corredores do museu e entender a trajetória e o que levou Vincent Van Gogh a produzir cada uma de suas obras. O Red-Light District: esperava mais. Acreditava que seria algo mais escandaloso, mais impressionante. O que me chamou a minha atençao foi a beleza das mulheres nas vitrines. Tinham algumas lindas, outras nem tanto, mas comecei a pensar nos motivos que as levaram àquela vida. Encontrei muitos sex shops e show eróticos no Red-Light. Mas o máximo que fiz foi caminhar em volta do canal para conhecer, pois o clima é um tanto desconfortante. Só para você imaginar: o Red-Light sao duas ruas divididas por um canal. Meu hotel era em Leidseplein, um bairro com muitos pubs, coffee shops e lojas. Quando escurecia, o bairro ficava lindo, pois estava iluminado com luzes de natal. Havia uma patinaçao no gelo no meio de uma praça e muitas barracas de waffles e lojas de souveniers. O Madame Tussaud é lindo também! Tirei muitas fotos e depois posto aqui! Gostaria de contar mais detalhes de tudo! Mas resumindo: Amsterdam é linda e vale a pena conhecer! Ah, e fique, pelo menos, três dias!

Próxima parada: Barcelona, Espanha!

Beijos!
PS- Estou com muitas saudades de cada um!

2 comentários:

Anônimo disse...

Grande amiga!! Putzz que show de informações da Holanda e da Bélgica!! VC deve estar super feliz.Estou com saudade de vc, mas na torcida!! Força, determinação e boa sorte no período que resta da viagem.

Bjão e nos falamos,
Rodrigão

Felippe disse...

Heyyyy !! tudo bem???
Acabei de ler os textos da Bélgica e Amsterdam... adorei.. mas o sobre Amsterdam acho que ficou mais profundo... as descrições e a forma que você escreveu...transmitiu bastante a idéia e o clima... mesmo... hehehe
Eu li O Diário de Anne Frank 2 vezes... gosto muito desse livro..hehehe incrível que você entrou na casa que ela se escondeu com a família por muito tempo...
Mas e a noite do Buddha Bar???? hehehe como foi?? Muito lounge e fotos??? hehehe To curioso pra saber como é o lugar...
Espero que tenha tido um bom fds... eu acabei indo pra praia e voltei só domingo à noite.. na volta demorei quase 5 horas...imagina soh que gostoso..hehehe
Se a gente não se falar até você ir pra Londres, boa viagem! Continue aproveitando e aprendendo... hehe a cada instante...
Um beijo enorme, se cuida.... te estraño mucho!